Atenção!!! O que precisa melhorar na Seiko Brasil em 2022?

As festas de fim de ano se aproximam e com elas surgem certas sensações como alívio, já que este não foi um dos anos mais fáceis de nossa história, além da boa e velha esperança que insiste em nos dizer que do dia 31 de dezembro para o dia 01 de janeiro, como em um passe de mágica, ocorreria muito mais do que um simples pôr e nascer do sol.

Aproveitando esse momento tão singular, venho solicitar a sua colaboração, amigo leitor, pois encaminharei uma carta à Orient do Brasil, empresa responsável pelas operações da Seiko por aqui, expondo os principais problemas que enfrentamos em 2021 como consumidores, colecionadores e revendedores da Seiko, assim, abriremos uma oportunidade única para a “Seiko Brasil” nos surpreender positivamente em 2022. E não subestime esse tipo de iniciativa…

No final de 2020 entrei em contato com a Seiko do Japão expondo algumas situações problemáticas que vinham ocorrendo no Brasil, dentre elas a absurda proibição da divulgação de preços para a maioria dos relógios Seiko anunciados na internet. Eles disseram que atitudes seriam tomadas e hoje a grande maioria dos relógios já é anunciada com seu respectivo valor, como sempre deveria ter sido.

Ainda não está perfeito, pois essa prática sem nexo aparentemente ainda foi mantida para algumas peças, mas esse é assunto para outro dia. Entendamos, foram as reclamações enviadas para nosso site e no grupo Seiko Brasil que motivaram a comunicação de tais situações à Seiko do Japão, então não deixe de participar, a hora de fazer a diferença é agora!

Em sua opinião, o que precisa melhorar na Seiko Brasil? A assistência técnica autorizada funciona bem na sua cidade? Existem vendedores autorizados na sua região? Se sim, possuem uma boa variedade de peças? Eles são qualificados, ou seja, conhecem o produto que comercializam e atendem bem o consumidor? O que pensa a respeito do investimento em publicidade feito em nosso país? E quanto à Seiko Internacional, você tem alguma sugestão? São inúmeras questões, este É O SEU MOMENTO de impactar nosso mercado e ser ouvido, sua contribuição é essencial, junte-se a nós.

Compartilhe esta publicação com seus amigos e ajude a difundir a horologia. Assine também nossas notificações por e-mail, inscreva-se em nosso canal no YouTube, junte-se a nós no Facebook e nos acompanhe no Instagram. Forte abraço!

32 comentários em “Atenção!!! O que precisa melhorar na Seiko Brasil em 2022?

Adicione o seu

  1. Prezado Ramon,
    Saudações!
    Sou de Niterói, região metropolitana do RJ, e desconheço assistência técnica da Seiko aqui, ouvi no grupo que tem no Rio, mas que o serviço é muito ruim, chegam a entregar relógio com arranhado na tampa, além de muito caro. Outro problema que vejo em Niterói é a ausência de Seiko nas lojas, quase não tem Seiko, esses pontos deveriam melhorar. Aprovei a ideia do post, parabéns e forte abraço

  2. Boa iniciativa, Ramon!
    Seguem meus apontamentos:
    1. Inexistência/escassez de modelos de média/alta gama em revendas oficiais de grandes cidades, inclusive capitais; e
    2. Assistência técnica praticamente inexistente e de péssima qualidade.
    Abraço!
    João

      1. Campina Grande/PB.

        Tentei usar serviços da assistência técnica mais próxima (Recife/PE), mas colocaram tanta dificuldade pra me passar uma simples tabela de preços dos serviços que desisti.

        João

  3. Bom dia, amigo Ramon, tudo bem? Já tinha notado algumas semanas atras que alguns revendedores oficiais divulgavam valores de algumas peças em seus respectivos sites.
    Quanto à Assistencia Tecnica Orient/Seiko, rezo para que eu não precise mais levar nenhum dos meus relogios, pelo menos aqui em São Paulo. Já tive um Orient Titanium que enviei 3x sendo que retornou todo arranhado e com o mesmo problema (ponteiro de minutos solto). Porem, com a intervenção de um amigo revendedor, a Orient trocou por um novo em folha. Mas relato mais 2 casos: um amigo enviou um Prospex ainda na garantia e o devolveram arranhado e um outro que retornou com a coroa “desgastada” (isso mesmo, utilizaram um alicate para desrosquear).
    Obviamente deveriam fazer uma melhor seleção de profissionais ou um melhor treinamento para fazer um serviço tão delicado em nossas queridas peças. Grande abraço, Ramon. Ótimo fim de semana.

    1. Olá meu amigo! Tudo bom?
      Situações inaceitáveis, de fato. Entendi bem a questão, se forem terceirizar, precisam manter uma atenção constante em relação à qualidade dessa assistência técnica.

      Se em SP está assim, imagine como fica o resto do país.

      Obrigado, abraço!

    2. A Seiko não existe em Porto Alegre; não tem o produto e muito menos assistência. Pena, porque sou admirador da marca.

      1. Uma capital tão importante como Porto Alegre precisava ter. Obrigado pela participação, abraço!

  4. Excelente iniciativa, Ramon ! Acho que o aprimoramento da Assistência Técnica é o ponto fundamental. Além do atendimento atencioso ao cliente, a melhoria da capacitação técnica para a solução de problemas simples. Quando precisei explicar o processo de ajuste de braceletes numa Autorizada, cheguei à conclusão que mais vale recorrer à experiência pessoal, ou nos casos mais complexos, buscar apoio junto aos relojoeiros amigos. Já que a majoração de preços corre em desfreio, julgo que merecemos, pelo menos, alguma atenção pós-venda.

    1. Excelente colocação, Arnaldo!
      Se para execução de um serviço simples como ajuste de bracelete falta qualificação, o que dirá algo mais sério envolvendo o movimento do relógio, por exemplo. O aprimoramento da Assistência Técnica parece ser o ponto mais importante, realmente.
      Obrigado, grande abraço!

      1. Bom dia, a SEIKO está de parabéns por essa simples porém efetiva ideia de abrir esse canal para ouvir os seus clientes, minha observação se dá
        por escassez de alguns produtos de média à alta tecnologica e econômica ex: relógios mecânicos da linha cronógrafo e de mergulho, no mais vcs estão exatamente no caminho certo 👏🏼👏🏼👏🏼

      2. Bom dia, Marcos!
        Agradeço os elogios, meu amigo, mas esta é uma iniciativa de nosso site, SeikoPhD.com, e não da Seiko em si. Vamos compilar as sugestões e encaminhar para a Seiko.
        Abraço e ótimo domingo!

  5. Boa tarde Ramon!
    Parabéns pela iniciativa de compilar sugestões e percepções dos aficionados por Seiko! Como morador de São Paulo, Capital, sou privilegiado por contar com excelentes Distribuidores Autorizados por perto, que fazem um trabalho fantástico em nos auxiliar seja na busca por modelos que desejamos, seja para casos que demandem recorrer à garantia da marca. Sendo assim, pessoalmente só tive experiências positivas com os Distribuidores que conheço e frequento. Porém existe sim muito espaço para melhora da marca em nosso país. Eu mencionaria três pontos:
    1- A cobertura nacional é frágil, para dizer o mínimo, e a questão de assistência técnica pouco qualificada é um ponto recorrente nos grupos de colecionadores e apreciadores da marca. Claramente algo a ser melhorado, especialmente quando a Seiko avança em modelos mid/high end, onde uma assistência frágil é mortal para a fidelização da marca;
    2- A disponibilização de mais modelos para o mercado brasileiro é algo que eu pensaria em fazer. Não necessariamente itens caros e de baixa tiragem, mas principalmente modelos mais básicos e interessantes, que fervilham no mercado asiático, e que não chegam aqui oficialmente;
    3- Acredito que o nome Seiko vem se tornando cada vez mais conhecido do público brasileiro que gosta de relógios. Nós que acompanhamos assiduamente fóruns e grupos, percebemos quantos novos “amantes” da marca surgem a cada ano! Mas sinto falta de mais investimento em publicidade e exposição positiva na mídia. Estou meio cansado de explicar a inúmeros amigos que um Seiko é infinitamente melhor que um “pseudo-suiço”, e que está em par de igualdade (ou acima) com as mais famosas marcas que vêm sempre à mente quando se fala de relógios. Mudar esta mentalidade equivocada demanda informação e exposição positiva da marca, e um bom marketing é mandatório para fazer esta virada acontecer. Um modelo comemorativo para o Brasil, com uma campanha interessante de marketing, faria um bem enorme ao crescimento da marca por aqui!
    Ficam aqui minhas sugestões! Forte abraço!

    1. Boa tarde, Fred! Tudo bom?
      Realmente a maioria dos representantes acaba se concentrando na capital de São Paulo, um fator bastante favorável para os moradores da região.
      Esses três pontos são excelentes, meu amigo, e muito bem argumentados. Como dizemos por aqui, vamos deixar a equipe da Orient do Brasil com “a faca e o queijo nas mãos”.
      Obrigado, forte abraço!

  6. A Seiko deve decidir se quer vender relógio em volume ou seu relógio ser diferenciado como os outros produtos de luxo (Omega, por exemplo). Quem comprou um relógio caro (mais de 5000 reais por exemplo) quer ter algo exclusivo e não ser confundido com produtos baratos como o Seiko 5. Por isso que no mercado automotivo a VW não consegue vender carros caros porque é conhecida como popular.

    1. Olá Marcos!
      Entendo perfeitamente seu ponto de vista, produtos de gamas distintas precisam ser realmente diferentes.
      Você se refere a algum caso específico ou comenta de maneira geral?

  7. Bom dia Ramon.

    Os amigos acima já citaram alguns pontos que podem melhorar.
    Por experiência própria cito a falta de conhecimento da própria Orient do Brasil, sobre os modelos Seiko, modelos esses que são comercializados regularmente pela empresa.
    A assistência técnica falha como exemplos já citados pelos amigos.Relógios novos com PVD que voltam riscados, coroas e botões com indentações.
    Como pode uma empresa enviar a um lojista um prospex novo com lente ciclope visivelmente torta ?!?!

    Outra situação é a política da empresa não ser divulgada com transparência aos lojistas. As informações são desencontradas o que acaba prejudicando à todos.

    Esperamos que com o aumento da demanda , a marca seja melhor representada e que o consumidor seja mais respeitado.

    Grande abraço.

    1. Bom dia, Wilton!
      Obrigado pela contribuição, muito bem explicado e a assistência técnica mais uma vez ganha destaque negativo.
      Forte abraço!

    1. Um ponto extremamente importante e que precisa ser melhorado pela Seiko Holdings.
      Tratarei desse assunto na próxima vez que conversar com eles.
      Obrigado, abraço!

    1. Essa ideia vem sendo estudada pela Seiko há alguns anos, eu mesmo já falei com eles a respeito. Se não fosse a pandemia provavelmente já teríamos GS por aqui. Aguardemos os próximos anos 👍

  8. Cara o Ramon, devo parabenizar a sua iniciativa de ter este fórum discussão.
    Tive recentemente contato com o seu site e achei o mesmo excelente com um valioso volume de conhecimento do mundo dos relógios.
    Sem dúvida, um ponto de encontro obrigatório para aqueles que curtem a marca Seiko.
    Apesar de curtir relógios de um modo geral, incluindo as marcas suíças, ultimamente tenho me aproximado muito da Seiko. E as últimas compras que eu tenho curtido bastante foram o Turtle Batman, Alpinist green, 02 Capitain Williard (SPB183 e SPB237) e os relançamentos inspiradas no 62MAS de 1965, nas versões SPB143, SPB239. É justamente neste último, veio a decepção. Primeiro, houve uma puxada de fio de uma das pulseiras nato sem que houve qualquer uso inadequado – da análise da assistência, restou dizer que não era problema da pulseira e sim do uso – que foi cuidadosa e pouco frequente (menos de 02 meses da compra). Segundo, ao perguntar o preço de uma outra pulseira, fui surpreendido com o valor de R$ 3.000,00, valor desproporcional, representando perto de 30% do valor de aquisição do relógio. Lembro que as últimas compras de pulseira nato que realizei da marca Tudor e Omega foram em torno de 5% do valor dos relógios originais e a pior situação que encontrei foi da Oris, cujo valor da nato foi perto de 9% do valor de aquisição do relógio em questão.
    Vale comentar que depois de expressar minha indignação para a loja representante da marca, o preço foi reduzido para R$ 2.300,00, mas ainda ficou longe de representar um valor razoável para uma peça de reposição. A loja, que prefiro omitir o nome pelo bom atendimento que tem prestado, informou que esta seria a política da Seiko daqui.
    Assim, diante desta decepção, entendo que a Seiko do Brasil deveria melhorar ter a relação com seus clientes, principalmente em relação à política de peças de reposição, principalmente para aqueles que estão se aventurando em seus produtos mid e high end.

    1. Olá Eduardo!

      Agradeço as gentis palavras, meu amigo.
      Muito interessante (e triste) o seu relato, realmente a situação deveria ser outra.

      Alguns dos preços praticados realmente não têm lógica ou algum lojista está agindo de má fé e sobretaxando esses itens para expandir sua margem.

      Relato anotado, obrigado.

  9. Olá Ramon, tô chegando agora no teu site, e já apreciando muito o conteúdo.
    Sou apenas um consumidor da Seiko, mas fissurado pela marca desde os 7 anos de idade quando ganhei do meu pai o primeiro relógio (não era Seiko, mas tá valendo pelo valor sentimental). Porém, ele mesmo possui um Seiko que o acompanha por quase 60 anos! E foi admirando o funcionamento ininterrupto e macio dessa máquina fantástica, que aprendi respeitar a marca.
    Eu tenho um, comprado há 22 anos, Seiko 5 fabricado no Brasil. E noto a extrema diferença na qualidade dele comparada a seus homônimos do Japão…
    Acredito que essa máquina nem possua junções em “rubi”. Seu sistema automático também é pesado e parece não ser tão sensível aos movimentos, o que me obriga a tirá-lo do pulso e agitar manualmente.
    Se eu pudesse contribuir com as solicitações à Seiko para 2022, eu pediria um carinho a mais com a nossa fabricação caseira, pois seria útil à valorização da marca.
    Soube recentemente que no Brasil a Technos e a Orient foram autorizadas a manter a produção da Seiko no Brasil… E isso me deu a sensação desconfortada de pensar que não sei sequer QUEM fabricou o meu relógio, que agora me parece um órfão sem conhecer o pai…

    1. Olá Marcelo! Tudo bom?
      Em primeiro lugar, seja bem-vindo e fico feliz que esteja apreciando nosso conteúdo, volte mais vezes.

      Quanto ao seu relógio, qual é o calibre? De imediato eu te garanto que, se o maquinário não foi trocado, pode ficar tranquilo, pois ele utiliza sim rubis em sua construção.

      Depois, pelo seu relato, o relógio precisa de limpeza e lubrificação, apenas isso. Quando foi a última revisão?

      Quanto à informação da Technos e Orient produzindo Seiko no Brasil, adianto que está incorreta. Apenas a Seiko fabrica Seiko, ninguém mais. No Brasil, a Orient (que pertence ao Seiko Group) monta relógios Seiko na Zona Franca de Manaus no intuito de reduzirem os encargos tributários, mas entenda, os relógios já chegam aqui prontos, muitos dizem que essa montagem se resume a encaixar a pulseira (às vezes nem isso) e embalar.

      Não existe unidade de fabricação de caixas, calibres e coisas do tipo no Brasil, tudo é feito na Ásia.

      Forte abraço!

  10. Bem, depois de tua informação, fico mais tranquilo.
    Aprendi, navegando no teu site, como identificar os calibres.
    Este citado é o 7002-6000. E comprei-o numa relojoaria do Tatuapé (São Paulo) que não existe mais.
    Julgava-o fabricado no Brasil justamente pela informação do tampo: “prod. Z.F. Manaus, ind.bras.”
    E considerava-o sem rubis ,porque nem o tampo e nem o mostrador contém qualquer informação sobre a quantidade de rubis levvei-o para limpeza e lubrificação há uns 3 anos, pois achava a reserva muito curta (cerca de 9 a 12 horas). E mesmo após a manutenção, não mudou nada, o que me fez abandoná-lo e comprar outro Seiko. Dessa vez, a quartzo.
    Recentemente voltei usá-lo, pois o relógio mecânico tem todo um charme que falta ao elétrico (minha opinião).
    Ainda falta encontrar um profissional especializado, que consiga melhorar este relógio.

    1. Entendo, Marcelo.
      Já leu nossos artigos que tratam dos calibres 7002 e 7009? Acesse a série calibres no menu acima e conheça melhor o seu relógio 👍

      Se a revisão foi feita da forma correta e a reserva de marcha continuou baixa, acredito que sua mola principal esteja comprometida, nesse caso será necessário trocá-la – o que nem sempre é fácil.

      Caso queira, posso te indicar um excelente relojoeiro na cidade de SP, com muita experiência em Seiko. Ele recebe relógios por Correios.
      Abraço!

    1. Imaginei, dê uma lida em nosso artigo específico do cal. 7009, vai gostar 👍

      Ah, às 20h de hoje teremos vídeo novo em nosso canal, acesse lá.
      Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: