Os efeitos do magnetismo nos relógios mecânicos, automáticos e a quartzo!

No Guia de hoje trataremos do quarto tema da série que visa abordar as dicas de manutenções e cuidados necessários para o bom funcionamento do seu relógio. Diversos pontos desse segmento foram analisado no Seiko PhD e quem nos acompanha certamente está mais atento e preparado para o bom manuseio de seu relógios.

A questão do magnetismo é bastante relevante, pois a exposição de um relógio a esses campos pode gerar desde transtornos realmente simples de serem resolvidos, a até danos irreparáveis em casos extremos. Este artigo foi baseado em informações fornecidas pela própria Seiko, pela International Organization for Standardization (ISO) e em dados de pesquisas anteriores, sem “achismos” ou teorias mirabolantes.

Seiko Prospex Cronógrafo Solar V175-0CH0. Foto: ebay.co.uk

Os relógios vêm evoluindo com o passar das décadas e desde finais dos anos 50 praticamente todos os modelos produzidos pelas grandes marcas relojoeiras possuem alguma tolerância ao magnetismo, todavia permanecem válidas as sugestões fornecidas pela própria Seiko (dentre outras empresas) de evitar deixar os relógios próximos a objetos magnetizados por um período prolongado.

Em particular os telefones celulares, alto-falantes, computadores, colares magnéticos, fechos magnetizados de bolsas, secadores de cabelo, barbeadores elétricos e pulseiras magnéticas que utilizam ondas de rádio, devem ser evitados. Isso não quer dizer que seu relógio poderá ser magnetizado caso pegue seu celular com a mão do braço em que ele estiver, a questão aqui está relacionada à permanência e proximidade entre imãs e seu relógio.

Seiko Turtle SRP775J1 e Seiko Samurai SRPB53J1. Foto: @seikophd.

Efeitos da exposição prolongada ao magnetismo

Relógios mecânicos: Um relógio mecânico afetado pelo magnetismo permanecerá magnetizado mesmo após removê-lo da área daquele campo magnético. A magnetização influenciará na precisão do seu relógio normalmente fazendo com que ele se adiante alguns minutos ou horas por dia. Ocorre que a magnetização do mecanismo tende a afetar a mola principal e algumas partes móveis do movimento, desregulando completamente o maquinário. Neste caso ele precisará ser desmagnetizado para que volte a trabalhar da forma correta, como explico mais abaixo.

Relógios analógicos a quartzo (Kinetic, Solar, etc.): Os relógios analógicos a quartzo utilizam o poder da força magnética para acionar os motores de passo e, assim, mover os rotores. Esses motores de passo são extremamente pequenos e podem ser facilmente afetados pelo magnetismo ocasionando impactos no rotor. Como consequência esses relógios podem parar de funcionar ou apresentar imprecisão. A boa notícia é que o simples afastamento do campo magnético e o ajuste da hora devem sanar a questão, uma vez que o magnetismo restante dentro da máquina não deve ser um problema. Caso o relógio tenha sido exposto a um campo magnético extremamente forte pode ser necessário desmagnetizá-lo para que volte a trabalhar com precisão.

Seiko Solar Chronograph SSC493 (compre aqui). Foto: divulgação Seiko.

Relógios digitais a quartzo: Em geral o magnetismo não tem efeito sobre essa categoria de relógios, pois não há motores em relógios digitais, logo, são quase que naturalmente resistentes ao magnetismo.

Relógios de calibre Spring Drive: O magnetismo afeta os movimentos Spring Drive e pode causar falhas que gerarão imprecisão momentânea no relógio. A boa notícia é que o afastamento da fonte magnética provavelmente será suficiente para corrigir seu funcionamento, no entanto caso o relógio tenha sido exposto a um campo magnético extremamente forte pode ser necessário desmagnetizá-lo para que volte a trabalhar com precisão.

Cronômetros vintage: King Seiko 4420-9990 e Seikomatic 6245-9000. Foto: twitter.com/kyotoya78

Como saber se seu relógio foi magnetizado

Existem aparelhos específicos que podem apontar a presença de um campo magnético, mas há também alguns testes não técnicos que podem ser feitos em casa e servirão como indicativo de magnetização. O primeiro consiste em colocar uma bússola sobre uma superfície plana, afastada de qualquer objeto magnético e observar seu ajuste. Após esse momento aproxime seu relógio e verifique se a agulha se movimentará, caso isso ocorra ele está magnetizado. Existe também um aplicativo gratuito que utilizo há algum tempo e possibilita esse teste no próprio celular (!?), chama-se Lepsi e em meus testes sempre se mostrou bastante preciso. Veja este vídeo que, apesar de estar em inglês, é fácil compreender seu simples funcionamento e aproveite para reparar um desmagnetizador em funcionamento. Em um teste rápido ao menos 30% de meus relógios já estiveram magnetizados.

Como desmagnetizar seu relógio

Normalmente esse serviço é feito por um bom relojoeiro e leva alguns poucos segundos. Para desmagnetizar seu relógio basta passá-lo próximo da superfície do desmagnetizador ou, em certos modelos, colocar o relógio em um local específico por alguns segundos. Um desmagnetizador não profissional – como o do vídeo acima – custa menos de cinquenta dólares e pode ser adquirido facilmente na web, contudo se você está constantemente exposto a esse tipo de ambiente, como ocorre com alguns engenheiros eletrônicos ou técnicos de som, o ideal é utilizar um relógio antimagnético.

Grand Seiko SBGR077 Antimagnético. Foto: timelessluxwatches.com

O que é e como funciona um relógio antimagnético

Relógios resistentes ao magnetismo vêm sendo estudados ao menos desde 1846, entretanto somente em 1915 a Vacheron Constantin lançou o primeiro relógio – de bolso – com essa característica. Atualmente o certificado ISO 764 assegura que um relógio antimagnético deve funcionar com alterações máximas de 30 segundos para mais ou para menos ao dia, quando exposto a um campo magnético de até 4.800 A/m.

duas formas básicas de se alcançar essa resistência ao magnetismo em um relógio, a mais antiga consiste na substituição das partes móveis metálicas por metais não susceptíveis ao magnetismo – atualmente existe uma grande gama de ligas metálicas com essas propriedades. Já na segunda forma é necessário construir toda uma caixa para o relógio composta por metal altamente resistentes à formação de campos eletromagnéticos, ademais, o movimento recebe a cobertura de uma liga especial para evitar a formação desses campos dentro do próprio relógio.

Seiko Prospex Sumo “Jade” SZSC004. Foto: watchuseek.com

Uma informação importante e desconhecida por muitos é que os relógios de mergulho assegurados pelo ISO 6425 também são antimagnéticos (conforme ISO 764), logo, esta é mais uma vantagem de se ter um relógio verdadeiramente de mergulho e não apenas um que se pareça com um modelo diver ou que tenha um número enorme  gravado em seu mostrador como “300m”, “500m” ou “1000m”, mas sem qualquer garantia de resistência à água, resistência ao magnetismo ou a choques.

Por fim, vale reafirmar que o magnetismo pode explicar o motivo de muitos relógios apresentarem imprecisão, embora normalmente a magnetização não seja levada em consideração por falta de conhecimento e, com isso, um problema simples de ser resolvido pode se arrastar por meses ou anos. Não deixe de assinar nossas notificações por e-mail, de se inscrever em nosso canal no YouTube, curtir nosso Facebook e de nos seguir no Instagram. Forte abraço!

 

 

20 comentários em “Os efeitos do magnetismo nos relógios mecânicos, automáticos e a quartzo!

Adicione o seu

  1. 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻 Excelente!

  2. Sabe aquelas coisas que você nunca se atenta? De certo porque o vô ou a vó disseram que o relógio não poderia ficar em cima da caixa de som e assim nunca o colocamos, talvez. Por falar em avó, tenho uma herança da minha, um Bucherer 56 Antimagnetic e nunca havia parado para analisar esta palavrinha “mágica”, a tal da “antimagnetic”. Este fato despercebido por mim é um pecado praticamente capital, se nos idos 1846 algum discípulo do Sr. Jean-Marc Vacheron já tinha esta preocupação, imagine hoje com celulares, computadores, notebooks, tablets e uma infinidade de aparelhos que nos cercam no cotidiano, coitado do meu Seiko 5 automático! Nem a força de um 6119 pode com a distração de seu proprietário.
    Parabéns pela matéria Ramon!

    1. Exatamente Junior, muito bem lembrado. Esse tipo de recomendação “dos avós” continua tendo valia, especialmente por estarmos cercados de inúmeros campos magnéticos.
      Muito obrigado meu amigo, forte abraço!

  3. Excelente Ramon.
    Gostaria de lhe perguntar uma coisa: estou comprando no Submarino, um Seiko SKX009 K2, mas quem entrega é uma loja terceirizada chamada Olist.
    Você saberia me dizer se essa é uma loja de confiança ?
    Tenho receio que me enviem uma “réplica” no lugar de um original…

    1. Bom dia Edylson! Tudo bom?
      Nunca comprei nada dessa loja, mas olhando no Reclame Aqui a pontuação dela é bem baixa, (veja). Por outro lado em uma rápida olhada não achei nada relacionado a produtos falsos, a maioria reclama de atrasos, de produto que não chegou, dentre outros.
      Pelo visto a empresa é mal administrada, apenas isso mesmo.
      Quando receber seu relógio venha nos contar aqui se tudo correu bem. Abraço!

  4. Um excelente artigo, bem didático, como sempre digo a informação e o conhecimento é nossa maior arma, e cada artigo como este ajuda muitos leigos a entender o quão complexo é este mundo dos relógios… e mais uma vez parabéns. Queria agradecer por seguir meu canal e peço que me corrija caso diga algo errado… Obrigado

  5. Obrigado Ramon.
    Você, como sempre , muito prestativo.
    Eles deram um prazo de 19 dias úteis a partir do dia 21, que foi quando comprei. Assim que chegar, postarei fotos dele.
    Um grande abraço.

  6. Gostaria de saber se os seikos turtles são antimagneticos conforme informação que os mergulhadores já são de natureza antimagneticos?

    Uma informação importante e desconhecida por muitos é que os relógios de mergulho assegurados pelo ISO 6425 também são antimagnéticos (conforme ISO 764), logo, esta é mais uma vantagem de se ter um relógio verdadeiramente de mergulho e não apenas um que se pareça com um modelo diver ou que tenha um número enorme gravado em seu mostrador como “300m”, “500m” ou “1000m”, mas sem qualquer garantia de resistência à água, resistência ao magnetismo ou a choques.

    1. Boa tarde Carlos!
      Peço desculpas por não ter lhe respondido antes, mas por algum motivo o sistema do site classificou sua pergunta como Spam e eu quase não a encontrava.
      Sim, os modelos atuais do Turtle possuem ISO 6425 e por isso são resistentes a até 4.800 A/m.
      Grande abraço!

  7. Bom dia, gosto muito desse site, muito show! No caso de digitar em notebooks e celulares, posso ou nao utilizar relógios mecânico automático?

    1. Olá meu amigo! Bom saber que gosta de nosso site e participe mais vezes.
      Eu gostaria de poder dizer que esses aparelhos nunca afetariam nossos relógios, mas infelizmente não posso, especialmente em relação ao notebook que possui um campo magnético mais forte.
      Quanto ao celular acredito que não terá muito problema, mas se seu serviço exigir a utilização do notebook o dia todo talvez seja interessante retirar o relógio do pulso, pois o risco existe.
      Em breve trataremos mais desse assunto em um vídeo específico. Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑