Relógios Seiko estão mais caros? Entenda a questão.

No ano de 2017 grandes mudanças ocorreram dentro da Seiko e a mais emblemática foi a emancipação da submarca Grand Seiko (GS) como consequência da implementação de novos pensamentos e estratégias no Seiko Group. Desde então muito tem sido dito na internet sobre uma possível nova política de preços da Seiko, havendo quem afirme que a ideia da empresa é simplesmente aumentar o valor de seus produtos e lucrar mais. Será?

Visando compreender melhor esse cenário, no artigo de hoje analisaremos os mercados estadunidense e brasileiro em busca da verdade real dos fatos. Quero destacar que esta publicação não é patrocinada pela Seiko e nem por qualquer outra empresa, trarei aqui uma análise objetiva e o mais isenta possível para que entendamos por completo esse fenômeno.

Seiko Kinetic Direct Drive Velatura SRH001. Foto: bidorbuy.co.za

De fato a Seiko elevou o teto de preço de seus modelos inaugurando uma nova classe de relógios que trataremos mais abaixo, além disso peças consagradas também tiveram valores reajustados quando do lançamento de suas gerações mais recentes, como por exemplo os novos “Turtles” (ditos “King Turtle”), que chegaram ao mercado custando aproximadamente 750 dólares, ou seja, 40% a mais que os modelos anteriores ($550). Então, o que explicaria esse aumento de preço nos novos relógios da marca?

Preço de lançamento

O primeiro critério que precisa ser observado é o chamado “preço de lançamento”, que nada mais é que um valor temporariamente mais elevado aplicado por muitos comerciantes visando aproveitar o frenesi causado pela chegada de um novo produto ao mercado, contudo pouco depois esse montante costuma cair e se estabilizar. O “King Turtle” já atravessa este último fenômeno, sendo possível adquirir um SRPE03 por menos de $630 (aqui).

Seiko King Turtle SBDY049. Foto: global.rakuten.com

Melhorias embarcadas têm custo

Fora o “preço de lançamento”, as melhorias embarcadas nos novos modelos também afetam diretamente o preço final. No geral temos relógios com um bezel produzido em material mais caro (cerâmica), o cristal passou a ser de safiraum acabamento superior em muitas partes demonstram melhorias gerais no produto. Em outros modelos como os novos Sumo houve inclusive a utilização de movimentos mais poderosos como o 6R35 em substituição ao 6R15.

Novo topo de gama assustou, mas recompensou

Com a Prospex LX Line lançada em 2019 e trazida em primeira mão aqui, a Seiko de fato inaugurou um novo degrau superior em sua linha de produtos com modelos que se aproximam bastante dos Grand Seiko nos quesitos qualidade, construção e acabamento. Com valores entre $5000 e $6000 as acusações de elevação de preço foram fomentadas e simplesmente pareciam ignorar a presença de calibres Spring Drive, caixas finalizadas com o deslumbrante polimento Zaratsu e uma qualidade que beira o impecável, tanto é que pouco depois os diver’s da LX Line foram eleitos na Suíça como sendo os melhores relógios de mergulho do mundo no ano de 2019 (aqui), desbancando muitas marcas igualmente tradicionais neste segmento com a Rolex, Panerai e segue lista.

Seiko Prospex LX Spring Drive SNR045J1, história completa aqui. Foto: hayko.vn

Valor de mercado

Em quarto lugar temos, talvez, o ponto que mais nos incomodará. Ocorre que os relógios da Seiko estão sendo vendidos abaixo de seu real valor há muitos anos e prova disso é a enxurrada de publicações, análises e comentários da mídia especializada apontando modelos como o SKX, Turtle, Sumo, Samurai, Alpinist e até mesmo o acessível SNK809, como sendo peças que possuem um enorme custo-benefício. Esses relógios frequentemente encabeçam listas do tipo “Top 10” e comumente permanecem à frente de relógios bem mais caros.

Essa é uma característica que amamos, afinal, que consumidor não gosta de pagar menos por algo muito melhor? Tal prática sempre foi comum na maioria dos modelos da Seiko e se justifica pelo fato da empresa dominar completamente a linha de produção de seus relógios, da liga do aço até o óleo utilizado para lubrificar os relógios, passando pelos cristais, calibres e mesmo cada parafuso, tudo é produzido pelo Seiko Group, o que possibilita a comercialização de produtos por valores notavelmente competitivos.

Seiko SPC131P1. Foto: divulgação Seiko.

O Conselho Diretivo da Seiko sempre soube que seus produtos chegam ao mercado global por um preço bastante acessível e após a separação da Grand Seiko acredito que votaram por introduzir componentes de qualidade ainda maior em seus relógios e ajustar os preços, uma prática comum de mercado.

A realidade brasileira

Direcionando nosso olhar para o cenário brasileiro temos situações mais complexas, pois os tributos de maneira geral são elevadíssimos por aqui, os olhos de grande parte dos vendedores são enormes e nossa moeda está a cada dia mais desvalorizada. Peguemos como exemplo um popular Seiko Turtle como o SRP777. Em um grande varejista norte americano é possível encontrar esse relógio por $371.23 (aqui), em conversão direta (USD 1 = R$ 5,31) temos esse mesmo Turtle saindo por R$ 1971,23, isso se você estiver em viagem aos Estados Unidos e comprar no dinheiro, sem pagar 6,38% de IOF e nem tributos ao regressar ao Brasil, o que poderia elevar o preço do seu relógio para algo acima dos R$ 3100,00.

Seiko Presage SRP839. Foto: reddit.com/user/XavierKSanchez/

Do outro lado nós temos um logista no Brasil gerando empregos, pagando pesados tributos por todos os lados, tentando sobreviver a uma crise atrás da outra, trazendo esse mesmo Turtle na casa dos R$ 2500,00 e despachando sem cobrar frete – outro serviço extremamente ruim e caro por aqui. Veja, não estou dizendo que um relógio de R$ 2500,00 é barato, pois obviamente não é, especialmente em um país onde um trabalhador básico recebe menos de 200 dólares ao mês. A questão é que ganhamos pouco e nossa moeda vale menos ainda, então qualquer variação do dólar ou um pequeno reajuste se torna extremamente perceptível.

O que quero deixar claro é que, após uma análise geral do mercado, não acredito que a Seiko esteja simplesmente elevando o preço de seus relógios, houve um reajuste para os novos modelos que vieram com melhorias e o lançamento de uma nova linha mais próxima dos Grand Seiko que pode ter assustado, mas muitos outros modelos permanecem com valores congelados ou até mesmo com grandes descontos mundo afora, como vimos recentemente revendedores oficiais da Seiko no Brasil comercializando o Turtle SRP775 por R$ 1700,00 e o Baby Tuna por R$ 2000,00, valores abaixo do cobrado nos Estados Unidos.

Novos Seiko Alpinist SBDC087 e SBDC089. Foto: seiyajapan.com

Infelizmente a cruel desvalorização do Real e as pesadas taxas tributárias acabam por elevar rapidamente o preço de produtos que são pautados no dólar e com uma economia fragilizada pela crise do COVID-19 acabamos por sentir de forma muito mais intensa qualquer variação de preços. Vale destacar que atitudes como essas promoções esporádicas de alguns relógios da Seiko no país são extremamente bem-vindas para aquecer o mercado e incentivar o consumo nesse período obscuro que a humanidade atravessa.

Com um possível recuo do dólar os reajustes serão dirimidos, torçamos para que ocorra o quanto antes. Não deixe de assinar nossas notificações por e-mail, de se inscrever em nosso canal no YouTube, curtir nosso Facebook e de nos seguir no Instagram. Forte abraço!

 

27 comentários em “Relógios Seiko estão mais caros? Entenda a questão.

Adicione o seu

  1. Mais um excelente post Ramon
    Realmente esse momento conturbado e o repasse do aumento do dólar contribui bastante para o preço final. Até a melhora, ficarei sonhando com o dólar a 2 e alguma coisa, economizando para comprar meu primeiro Seiko

    Abraço.

    1. Obrigado meu amigo e infelizmente não sou tão otimista para esperar um dólar a 2 e alguma coisa, se chegar aos R$ 4,30 já seria bom viu, R$ 3,50 seria um sonho e algo apontado por alguns economistas com o ideal, mas acredito que vai demorar bastante a voltar para os R$ 4,30!
      Grande abraço!

  2. Realmente sua análise é muito coerente. De todo modo, penso que o dólar se manterá em patamares acima dos 4 reais por um longo tempo (infinito?? Hehe). Por isso nem me animo com uma possível redução dos valores dos relógios.

    1. Obrigado João!
      Infelizmente também não consigo ver o dólar abaixo dos 4 reais tão cedo meu amigo, mas se voltar para uns R$ 4,50 já sentiríamos bem essa diferença na hora da compra.
      Abraço!

  3. Saudações!! Adorei o texto! A Seiko é sem dúvida uma marca de se admirar, não só pelas inúmeras inovações como também pela excelente qualidade construtiva. Quando analisamos apenas os valores isolados em dólar e seus sequentes aumentos a cada lançamento (mesmo sem por os nossos problemas de país na balança), tenho medo de que essa marca, em um futuro não muito distante, deixe de ser “affortable” e torne-se como mais uma marca tipo suíça, desejável, mas fora do alcance da maioria.
    A Seiko, para mim, ainda é um misto de preços e opções, é pioneira em novas tecnologias tanto para o quartz quanto para os relógios mecânicos. E isso, definitivamente, aumenta o meu desejo e admiração pela marca. Espero que esta filosofia dure ainda bastante….

    1. Olá Fred! Tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado meu amigo e sinceramente não acredito que a Seiko abandonará essa base de relógios mais acessíveis, penso que eles sempre estarão aí, porém a oferta de modelos mais complexos e caros permanecerá à disposição.
      Grande abraço!

    1. Boa tarde Aloysio!
      Vou lhe indicar o site da Relojoaria Impala, eles são extremamente confiáveis, vendem em parcelas sem juros e entregam com frete grátis. Clique AQUI para acessar o site, entre em contato via e-mail, Whatsapp (11.97469-1032) ou telefone com o Renan, diga que eu lhe indiquei e ele te atenderá da melhor maneira possível.
      Grande abraço!

  4. Bom dia Ramon, excente análise de mercado atual! Infelizmente, acredito piamente que o dólar não fique abaixo de aproximadamente 4 reais por muitos anos … isso numa análise otimista … e que nós acabemos por nos acostumar aos altos preços dos Seikos … assim como já nos acostumamos a de outros relógios de luxo que vc elencou, os quais são proibitivos a grande maioria dos brasileiros … de qualquer forma, nós que já conseguimos adquirir muitas dessas “jóias” e que estão em nossas coleções ou nossos pulsos, continuemos a apreciar essa marca tão importante na relojoaria mundial! E que venham novos lançamentos e inovações técnicas! O mundo não vai parar! E nem nossos Seikos!! Não é mesmo?? Grande e fraterno Abraço!! Maurício

    1. Boa tarde Maurício!
      Como de costume você traz comentários bem completos meu amigo, também não consigo imaginar o dólar abaixo dos 4 reais tão cedo, precisaria ocorrer uma reviravolta no mercado, para ficar abaixo dos 5 reais já está difícil.
      Com certeza a vida não vai parar por conta do dólar mais alto, continuemos nossa jornada. Grande abraço!

  5. Muito esclarecedor este post! Agora, ainda falando sobre a economia brasileira, ainda mais fragilizada pela Covid 19, basta olharmos para as prateleiras dos supermercados e veremos, nos dias de hoje, óleo de soja custando R$ 8,00 em média! sendo que o Brasil é o maior produtor de soja do mundo!
    Um grande abraço!

    1. Tem toda razão meu amigo, não há como compreender esse preço tão alto para o óleo de soja, assim como não se justifica pagarmos tanto pela gasolina uma vez que temos autossuficiência. Essas bizarrices se repetem em vários produtos Brasil afora. Nosso país não é para amadores mesmo.
      Grande abraço!

  6. realmente , acho que pelo a Seiko oferece, os preços sao justo frente as outras marcas bem avaliadas, algo que a Cassio (também faz, dentro do seu seguimento. Acho que nós brasileiros temos sorte por, mesmo com uma economia tão capenga e um sistema tributário tão defasado, arbitrário e desproporcional, temos a oportunidade e o privilégio de ter pessoas que se empenham e se dedicam a esse hercúleo trabalho de empreendedorismo no setor da relojoaria, produção de conteúdo sobre relógio e suas variantes que nos ajuda muito e nos aproxima da marca/empresa que tanto admiramos. Além da manutenção, importação etc. porisso acho que cabe a nós valorizar todos os envolvidos, comprar original, dentro da nossa realidade, com nosso trabalho honesto. se dirigir a loja quando possível e mostrar pro vendendor que seu trabalho é importante. aos que não podem ir até uma loja, comprar pelo site de um revendedor oficial ou colecionador atencioso e respeitoso. visitar site, feira, blogs. da um Feedback positivo. acho que essa é a nossa parte. quando ao dólar(saudade dos 3,25) só nos reste reflexao e aprendizado. eleições estão ai. bem ver o discursos e ver o quais as reais intenções dos nossos ministros, empresários e super ricos(herdeiros)

    1. Tem toda razão Jozé!
      Se tem um momento no qual podemos fazer a diferença em nosso país é esse das eleições, que Deus nos dê sabedoria para escolhermos representantes que possam transformar a realidade do Brasil e nos aproximar de uma nação de primeiro mundo. Temos terras férteis, produção mineral, petróleo, gás, ampla costa marinha, realmente tudo para crescer e mudar nossa realidade.
      Abraço!

  7. Parabéns!! Pela matéria… É exatamente tudo que tenho que expor aos clientes sobre o aumento dos valores dos relógios seiko (aumento em reais) visto que o patamar dos preços no mercado internacional não tem se alterado tanto. Outro fator interessante colocado na matéria sobre a realidade brasileira, coloca a mesa a diferença do poder de compra de um americano, europeu ou até mesmo um japonês. Como morei muito tempo no Japão posso afirmar sem medo de errar, um relógio turtle citado na matéria que chega a custar por aqui R$2.500,00, no Japão seria perto dos 50.000 yenes, e em comparação salarial seria no Brasil pouco mais de 2 meses de salário e no Japão seria aproximadamente entre 20% a 25% do salario que no caso eu recebia sem as horas extras. Serve como uma boa reflexão para procurarmos mudar este país promissor em uma realidade para as próximas gerações.

    1. Muito obrigado meu amigo!
      Às vezes tendemos a simplificar a realidade brasileira quando o nosso país é extremamente complexo. Também espero que as próximas gerações peguem um Brasil melhor.
      Forte abraço!

  8. Excelente análise Ramon, também acho que o dólar não vai cair tão cedo infelizmente. Um forte abraço.

  9. Este é o resumo da ópera meu amigo. Excelente matéria!
    As inovações e aperfeiçoamentos trazem um reajuste de tabela em diversos seguimentos, vide a indústria automobilística, mas em suma, cambio favorável aos exportadores e continuamos ganhando pouco.
    Por outro lado… hahaha, sempre tem o outro lado da moeda né… é muito bom termos sonhos, eles nos impulsionam. Pode ser que um dia (sabe-se lá quando) o dólar caia, pode ser que os nossos rendimentos melhorem, ou que economizemos para adquirir aquela peça que tanto desejamos. Mas quando esse dia chegar, certamente a indústria terá novos modelos com preços inalcançáveis para a ocasião e o ciclo recomeça, como sempre foi e sempre será.
    *Filosofando sob os mágicos poderes da Budweiser, mas com o Seiko no braço.
    Forte abraço meu amigo.

    1. Hahahah excelente meu amigo, afinal, o que seria do ser humano sem nossos sonhos?
      Continuemos nossa jornada para que o dia de amanhã seja melhor que ontem e hoje. Abraço!

  10. Bom dia Ramon!
    Tudo bem?
    Muito pertinente sua colocação!
    Não critico a Seiko por ter aumentado o valor de seus produtos, porque realmente fazem jus ao preço de venda, mas lamento por muitos brasileiros não terem condições socioeconômicas de adquirir um relógio bacana como um Seiko.
    Lamento também o fato da Seiko não disponibilizar mais opções de Seiko 5, que utilizam o calibre 7S ou 4R, o mesmo dos SKX, Turtle, Samurai….Percebo que muitos modelos só foram lançados no exterior e um mais bonito que o outro. Poderia ser uma forma de mais pessoas do sofrido povo brasileiro poder ter um relógio automático Seiko!
    Um grande abraço!

    1. Muito pertinente seu comentário Hector, realmente a realidade de grande parte dos brasileiros é triste e acaba impedindo que alcancem itens necessários para o dia a dia, o que dirá um objeto relativamente supérfluo como um relógio. Nosso país tem uma longa jornada pela frente.

      Quanto à importação oficial de modelos da Seiko, temos visto um incremento nos últimos anos, mas ainda está longe do ideal. Esse tipo de decisão é tomada com muita cautela pela Orient do Brasil e após ouvir o revendedores oficiais e realizar análises de mercado, contudo o futuro é promissor meu amigo e a tendência é termos mais e mais peças. A maioria dos modelos dos novos 5 Sports se esgotaram rapidamente ainda havendo demanda e isso quer dizer que eles deixaram de auferir lucro. A Seiko está de olhos nisso.

      Um grande abraço!

  11. Bom dia, Ramon. Infelizmente nosso querido R$ desvalorizou demais e a consequência é óbvia, sentimos no bolso essa realidade. Excelente análise e ponto de vista. Abração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑