Calibres: Seiko cal. 6106

A série calibres surgiu no intuito de revelar as histórias por trás dos principais maquinários da Seiko, contribuir para que os amigos leitores conheçam melhor seus relógios e estejam mais preparados no momento de escolher uma nova peça para sua coleção. Hoje veremos um dos mais importantes calibres automáticos fabricados por esta empresa.

Calibre Seiko 6106B de 17 rubis. Foto: thewatchspot.co.uk

O cal. 6106 foi lançado em janeiro de 1967 e seu projeto foi tão bem elaborado que a Seiko desenvolveu mais de uma dúzia de maquinários com base nesse design, cada um com funções próprias e destinação específica. Dele descendem desde calibres extremamente básicos como o clássico 6119, até calibres Hi-Beat destinados a modelos topo de gama como o Grand Seiko 6146-8000.

Seiko Rally Sports Diver 6106-7107 de 1970. Foto: imgur.com/user/SeikoHoarder

No rol  das derivações do 6106 encontramos também os aclamados calibres 6117 GMT, o cal. 6139 que equipou o primeiro cronógrafo automático posto à venda no mundo (mais aqui) e também seu sucessor, o imponente calibre 6138. Dentre os diver’s ainda temos o cobiçado cal. 6105 que equipou alguns dos relógios de mergulho mais emblemáticos da Seiko, como o 6105-8110 utilizado na guerra do Vietnã e eternizado no filme Apocalypse Now.

Seiko 5 Actus 6106-8690. Foto: seiko.site

Como visto nessa breve introdução, de fato não estamos tratando de qualquer calibre e essa foi a intenção da Seiko ao disponibilizar o 6106 para alguns de seus relógios de gama média-alta e alta da época. Estampando 25 rubis o 6106 equipou principalmente relógios da linha Seiko DX, 5 Actus e Advan. A primeira versão (6106A) trouxe a cobiçada função hacking seconds (o paralisar do segundeiro ao puxar a coroa para fora) e a curiosidade de, embora possuir 25 rubis no maquinário, seis deles serem “em branco” ou “fantasmas”. Isso quer dizer que eles não possuem qualquer função prática a não ser aparentar maior sofisticação em um período da história onde a quantidade de rubis utilizada no movimento realmente alavancava as vendas.

Seiko DX SeaLion 6106-8030. Foto: reddit.com/user/wpbostick/

De fato as empresas disputavam o número de rubis em seus movimentos mais sofisticados e, às vezes, coisas desse tipo aconteciam. Trata-se de uma prática extremamente condenável e que, caso ocorresse no cenário atual, sem dúvida alguma renderia uns belos processos contra a Seiko e um rigoroso linchamento virtual, inclusive de nossa parte. Em suma, o cal. 6106A possui 19 rubis efetivamente trabalhando, embora exiba 25 Jewels, estando quatro desses rubis “em branco” localizados na placa principal e dois na placa do calendário. Essa informação é pouquíssimo conhecida.

Seiko 6106-8030 Sea Lion. Foto: thewatchspotblog.com

No ano de 1968 a Seiko revisa o movimento e lança o cal. 6106B em duas versões, uma com 17 rubis e outra com 25 rubis. No geral as variantes A e B são bastante semelhantes e a grande diferença está na fixação do balanço que passou a utilizar apenas um parafuso grande central, como é possível ver na segunda foto deste artigo, contra dois parafusos menores utilizados na versão A. Um ano depois, em 1969, a Seiko disponibiliza a versão 6106C com 17, 23 e 25 rubis. As versões com 25 rubis equipavam os relógios mais caros vendidos para o exterior, assim como os modelos destinados ao mercado japonês – JDM.

Seiko 5 SS Actus 6106-8660. Foto: catawiki.nl

Outras diferenças dizem respeito ao calendário, onde as versões A e B exibem os dias da semana em apenas um idioma, evoluindo para dois idiomas na versão C que ainda ganhou ajuste do dia da semana ao pressionar a coroa. Nas variantes A e B apenas a data mensal é ajustada ao pressionar a coroa. Outro ponto polêmico recai sobre o cal. 6106C quando a Seiko, até onde eu saiba, pela primeira vez em sua história adotou o uso do plástico em alguma parte do mecanismo – outro dado pouquíssimo conhecido. Essa prática foi se popularizando com o passar dos anos e hoje é relativamente comum na relojoaria mundial, independentemente da nacionalidade do relógio.

Seiko 6106-7107 Sport Diver. Foto: ebay.co.uk

A utilização do plástico foi exaustivamente discutida nos artigos em que tratamos da polêmica desse material no calibre 7S36 e quando analisamos o cal. 4R36, entretanto, fazendo um breve resumo, um plástico de alta qualidade possui como vantagens sua resistência natural ao magnetismo, a desnecessidade de lubrificação, a facilidade de modelagem, a absorção de impacto, a tolerância à oxidação, o pouco peso e o custo reduzido de fabricação, entretanto pesa contra ele uma vida útil menor se comparado às peças de aço bem cuidadas e regularmente lubrificadas – a Seiko sugere na maioria de seus manuais a realização de revisões a cada três anos, o que muitos ignoram.

Seiko Sealion 6106-8040. Foto: bigsta.net

Em geral peças de plástico têm sido utilizadas no sistema do calendário e nos anéis de fixação do calibre exatamente por serem partes que “trabalham pouco” e por isso mesmo sofrem pouquíssimo desgaste. O calibre 6106 atravessou seus mais de cinquenta anos como um maquinário robusto, eficiente e com fama de ter equipado relógios sofisticados de sua época, muitos já cinquentenários e funcionando perfeitamente, com ou sem a presença de plástico. Tive um Sealion de 1968 que ainda hoje trabalha com perfeição, atualmente pertencendo ao meu amigo Alexandre e residindo nos pampas do belo estado do Rio Grande do Sul. É um calibre respeitado e que nos brindou com relógios realmente incríveis ao longo de sua história.

Dados Seiko cal. 6106:

Tipo: Automático in-house;
Versões: 6106A, 6106B e 6106C;
Início da fabricação: 1967;
Fim da fabricação: 1977;
Quantidade de rubis: 17, 23 e 25 Jewels;
Batidas por hora: 21.600 bph;
Principais expoentes: Seiko Advan, Seiko DX e Seiko 5 Actus;
Reserva de energia: 46 horas;
Funções: Horas, minutos e segundos centrais, hacking seconds, calendário com data semanal e mensal;
Observações: Destinado a modelos mais sofisticados da época, dele derivam uma invejável série de calibres altamente colecionáveis da Seiko.

O que achou desse calibre? Possui algum relógio que o utilize? Não deixe de assinar nossas notificações por e-mail, de se inscrever em nosso canal no YouTube, curtir nosso Facebook e de nos seguir no Instagram. Forte abraço!

 

18 comentários em “Calibres: Seiko cal. 6106

Adicione o seu

  1. Bom dia Ramon!
    Obrigado pela matéria, muito bem abordada e sintetizada como sempre!
    Eu tenho três relógios com esse calibre: o Advan 6106-7710, Sealion M110 6106-8060 e Sport 5 6106-8095.
    Justamente ontem comprei um Advan 6106-711, com a caixa e o vidro originais mas riscados, porém todo original, para aproveitar no outro Advan, cuja caixa está bem polida e não tem a pulseira original, porém o dial está impecável.
    Um grande abraço!

  2. Boa tarde Ramon, mais uma ótima nota sobre calibres! vc acredita que meu tio tinha um Seiko 6105-8110 do final da década de 60 bem novo …. e ofereceu a um monte de parentes e ninguém quis pois acharam “feio e grande” para época( era meio arredondado, como os atuais Turtles), inclusive meu pai, e ele acabou dando p um vizinho em troca de umas madeiras para construir um bar de sala… isso em idos de 77 ou 78 .. estava em excelente estado !!! Quase novo!! Esse vizinho hoje mora em algum lugar do nordeste, mas o usou muitos anos e nem sei se ainda o tem, já tentei localizá-lo sem sucesso … pena que naquela época ninguém deu valor para aquela peça!! Hoje vale uma boa grana !! 😦 …histórias que nos vem à cabeça e que nos marcaram, e relacionadas a um Seiko que hoje é muito impostante !! Grande Abraço!!

    1. Que história intrigante Maurício! Hahahha… Realmente esse tipo de coisa acontece, não temos como prever o futuro, não é verdade? Continue tentando localizar o vizinho, quem sabe ele não devolve por alguns pares de madeiras rsss…
      Abraço meu amigo, obrigado pela gentileza!

  3. Maravilhoso artigo, faz tempo que esperava por ele. O 6106 é um grande calibre Seiko merece ser destacado, pois equipou modelos emblemáticos, além de gerar “filhos” lendários.

  4. Boa noite…
    Mais uma vez um tópico excelente, muito esclarecedor e diga se de passagem “assustador”, no caso dos rubis.
    Parabéns
    Abraço

  5. Bom dia, Ramon. Belos relógios da década 70, especificamente o Rally Sports acima. Estou começando a animar para adquirir o 1º vintage. Rsrsrs. Ótimo artigo. Bom fim de semana.

  6. Parabéns, ótima matéria!! Mostra mais uma vez a época de ouro da Seiko, onde foram criadas as lendas, e cada uma delas com um calibre fabuloso…. o 6106 marca por ser alem de preciso e confiável, ter a resistência e durabilidade que os homens da época precisavam, cabe lembrar que muitos que existem no Brasil, estavam em pulsos de homens humildes que enfrentavam o dia a dia nas lavouras, e sobrevivem até hoje mais de 50 anos depois…

    1. É verdade meu amigo, do 6106 saíram tanto relógios do trabalhador comum quanto modelos que tinham como destino personalidades da época.
      Obrigado Carlos, abraço!

  7. Muito obrigado por compartilhar tão elaborada pesquisa e esses belos modelos meu amigo!
    Tive um Sealion 6106-8060 25 rubis de 1968 que ainda hoje ornamenta e equipa um braço no interior de SP e em perfeito funcionamento (demorei a comentar esperando o feedback do atual proprietário, rsss) e certamente, assim como os seus derivados, é um robusto calibre.
    Hoje, em tempos de nanotecnologia, acredito que muitas pessoas não considerem o grau de dificuldade de, na década de 60 criar calibres como este, com quase 2 dias de RM e usando moldes para injeção de plástico para um mecanismo a ser colocado em uma caixa com trinta e poucos milímetros. Isso é como Stairway to Heaven ou Bohemian Rhapsody, quando executadas são lindas e todos sabem de cor, mas a inspiração para compô-las é uma outra história…
    Forte abraço.

    1. Que bela análise meu amigo, tem toda razão, realmente não é brincadeira produzir um calibre, ainda mais um que resista tão bem ao passar de várias décadas. Tem muita transpiração em cima de um projeto assim, até hoje muitos preferem simplesmente terceirizar esse trabalho e adquiri um calibre pronto. Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑