Calibres: Seiko cal. 4R35

A série Calibres traz detalhes a respeito dos principais movimentos fabricados pela Seiko, sejam eles a quartzo, mecânico, kinetic, solar, dentre outros. Hoje veremos um relevante calibre contemporâneo da marca, o 4R35.

Imbuída da importantíssima missão de começar a substituir o consagrado calibre 7S26, em meados do ano de 2011 a Seiko lançou a série de movimentos 4R3X (4R35/36/37/38 e 39) e agradou a grande maioria dos consumidores com evoluções necessárias, manutenção da qualidade e um bom preço final.

Seiko cal. 4R35B. Foto: hodinkee.com

Até então ausentes nos calibres básicos da empresa, as funções de corda manual e hack (o interromper do movimento do segundeiro ao puxar completamente a coroa) eram muito pedidas pelos consumidores da Seiko e agora estavam presentes nesses novos calibres.

A preocupação em assegurar a mesma excelente durabilidade do 7S26 é nítida ao observarmos o alto padrão de usinagem desses movimentos, o nível de acabamento e o acréscimo de rubis no intuito de reduzir desgaste. O calibre 4R35 se diferencia do cal. 4R36 que já vimos por aqui especialmente por ter apenas a data mensal no calendário e um rubi a menos por conta da ausência da roda dos dias semanais.

Seiko Prospex Samurai SRPB97. Foto: @seikophd.

Os demais componentes internos são idênticos e realmente muito bem feitos, embora seu objetivo não seja ser luxuoso, pelo contrário, houve um verdadeiro esforço da Seiko para manter um excelente valor final dessas máquinas sem imolar qualquer questão essencial para a qualidade.

O maior sacrifício observado foi a manutenção da mola principal tradicional da Seiko ao invés da mola Spron 510 encontrada em calibres superiores como o 6R15 (o precursor desses novos movimentos), o que garantiria uma reserva de energia maior, contudo elevaria consideravelmente o preço final. Alcançando 41 horas na versão 4R35A e 40 horas na 4R35B, a mola tradicional está longe de ser ruim.

Seiko “Cocktail Time” SRPB43. Foto: watchshopping.com

A precisão declarada desses movimentos é de até +/- 35 segundos ao dia, porém a Seiko foi bem generosa ao expor uma variação tão elevada, sendo realmente incomum encontrar oscilação superior a 7 segundos ao dia. Caso você sinta que seu relógio oscila mais do que deveria, um simples ajuste em um bom relojoeiro resolverá. Tive vários relógios com esse calibre – leia o review do Seiko Samurai SRPB53J1 aqui – e posso adiantar que raramente oscilam mais de 5 segundos ao dia, isso sem qualquer ajuste.

Quanto à polêmica presença de plástico em calibres adianto que no 4R35 as partes móveis das engrenagens do calendário foram reduzidas e a Seiko optou por utilizar plástico no intuito de diminuir a manutenção, pois são peças que trabalham muito pouco e acabavam por perder a lubrificação e acumular poeira. Além dela os anéis de sustentação ao redor do calibre também são de plástico.

Seiko Samurai SRPC93 “Save the Ocean”. Foto: strapacode.com

Faz-se necessário observar alguns detalhes sobre esse material, pois existem diferentes qualidades de plástico e a utilizada nesses calibres é realmente superior. Os anéis de plástico se adaptam facilmente a qualquer formato de caixa e barateiam o custo final do produto, além disso, em geral o plástico possui maior absorção a impacto, tem uma resistência natural ao magnetismo, longa duração e baixo custo de reposição. A presença de material, em tese, não reduzirá em nada a vida útil do calibre e pode acrescentar em alguns pontos.

Outra característica que vale destaque é a intercambialidade de peças com movimentos como o 7S26 (e suas variantes 7S), 7002 e 6309. Caso precise de alguma manutenção de emergência muitas das partes de sua máquina podem ser substituídas por peças desses outros calibres e isso é um verdadeiro alívio que garante uma sobrevida quase infinita ao 4R35.

Seiko “Mini Turtle” Zimbe SRPD17 Limited Edition. Foto: gramha.net

Dados Seiko cal. 4R35:

Tipo: Automático in-house;
Versões: 4R35A, 4R35B;
Início da fabricação: 2011;
Fim da fabricação: Em produção;
Quantidade de rubis: 23 jewels;
Batidas por hora: 21.600 bph;
Principais expoentes: Série Seiko Samurai e Presage;
Reserva de energia: 41 horas no 4R35A e 40 horas no 4R35B;
Funções: Horas, minutos e segundos centrais, calendário de data com câmbio rápido, corda manual e hacking seconds;
Observações: Importantíssimo calibre contemporâneo da Seiko que equipa uma enorme variedade de relógios e tem se mostrado um ótimo substituto do cal. 7S26.

Você tem ou teve algum relógio com esse calibre? O que achou? Não deixe de assinar nossas notificações por e-mail, de se inscrever em nosso canal no YouTube, curtir nosso Facebook e de nos seguir no Instagram. Forte abraço!

 

 

12 comentários em “Calibres: Seiko cal. 4R35

Adicione o seu

  1. Ótimo texto! Adquiri ontem um srpa13j1 usado. Magnífico relógio. A função de corda manila é ótima e muito prática.
    O relógio em si é excelente, com destaque para:
    1. Mostrador texturizado e ponteiros azuis muitos bonitos ao sol;
    2. Pulseira de couro macio e com fecho deployant muito prático;
    Paguei 800 no modelo, com 15 meses de garantia ainda vigentes, em estado de novo. O mais barato que consegui em revendedores oficiais foi 1.630. achei bom negócio.
    Esse modelo é muito difícil de encontrar, mesmo no mercado livre (não vendem atualmente). Creio ter pouco apelo comercial.
    Obs: Acostumado com meu Seiko SKX, percebi que o movimento da coroa do srpa é mais “firme” que o skx, que gira com menos força do usuário.
    Abraço!

    1. Parabéns pela aquisição meu amigo, comprou um ótimo relógio por um excelente preço.

      Esse peso da coroa pode variar muito de relógio para relógio e diversos fatores podem influenciar tal sensação.

      Ela é um pouco mais pesada mesmo, especialmente se seu SKX for mais antigo, mas se estiver pesada demais pode ser indicação da necessidade de limpeza e lubrificação. Verifique com cuidado. Abraço e obrigado!

  2. Grato pela resposta. Creio não ser necessária a limpeza, visto que é sutil a diferença, mas existe. Meu skx é de 2015. Abraço. Próxima parada, quem sabe seria um grand Seiko kkk

    1. Certamente iria, os novos Alpinists devem vir com cal. 6R35 e como falei no post do dia 25/10/19, o valor previsto é de US $ 650,00. Se pensarmos em impostos e taxas ficaria pesado mesmo. Abraço Carlos, bom fim de semana para você também!

  3. Boa noite Ramon! Em muitos relógios de outras marcas, inclusive microband, vejo que são equipados pelo calibre NH35. Aliás, nos artigos Fake Hunters, aparece a inscrição deste calibre no dial. Saberia me dizer se tal calibre possui a mesma qualidade e características do 4R35;/
    Obrigado pela excelente matéria e uma ótima semana.

    1. Bom dia Hector! Tudo bom meu amigo?

      Nos modelos que aparecem na série Fakes Hunter normalmente é utilizado o calibre NH36 que possui calendário com dias da semana e do mês. Quanto à sua pergunta especificamente, o NH35 é praticamente a mesma coisa do 4R35, assim como o NH36 e o 4R36, a diferença é essa mesma que você mencionou, como a Seiko produz um volume enorme de máquinas ela comercializa esses calibres “sem marca” para que outras empresas possam colocá-los em seus relógios. Não é fácil desenvolver um calibre in house, então a Seiko os vende para que pequenas empresas possam possam desenvolver seus relógios e utilizar maquinário automático.

      Resumindo, não há diferença técnica entre eles.

      Um abraço e boa semana!

  4. Olá Ramon, bom dia!!
    Possuo um Seiko com esse calibre 4r35b (srpc85b1), porém vêm com a janela de data na posição das 6 horas e me veio uma dúvida: no manual da seiko informa para não fazer ajuste de data com a hora entre 9pm e 1 am para não forçar o mecanismo (e por ventura causar alguma avaria futura). Mas e quando a janela de data fica na posição das 6 horas? Qual seria a melhor posição dos ponteiros de hora/minutos para esse ajuste seguro?
    Agradeço pela atenção desde já!!

    1. Boa noite Bruno! Tudo bem?
      Na verdade a localização da janela do calendário não altera o funcionamento do mecanismo, para compreender melhor o calendário é uma roda que gira sob o mostrador, então a janela é apenas um recorte nesse mostrador, não importando se está localizada às três, seis ou nove horas. Os cuidados são os mesmos, se o manual fala para não realizar a troca manual entre 21 e 01 hora, siga essa orientação, ok? Ela é bem séria mesmo.
      Forte abraço!

      1. Obrigado pela atenção novamente, sigo fã desse blog e indico para todos que desejam evoluir no assunto!!..abraços!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑