A origem da Tsunami Seiko!

Como toda marca centenária a Seiko e seus produtos são rodeados por curiosidades e muitos mitos que, vez ou outra, tornam-se quase verdade de tanto serem repetidos por aí.  Uma das grandes curiosidades das últimas décadas certamente paira sobre a origem da “Tsunami Seiko”, como chamam a onda gravada no fundo de alguns de seus relógios de mergulho.

Essa marca vem sendo utilizada desde o início dos anos 60 e traz consigo o importante significado de relógio apropriado para a prática do mergulho, embora sua presença não seja obrigatória nessas peças. Como não poderia deixar de ser, a forma de gravar a onda mudou um pouco com o passar dos anos, porém a essência do primeiro desenho permanece.

Seiko Seikomatic SilverWave J12082 de 1961. Foto: adventuresinamateurwatchfettling.com

O primeiro relógio a utilizar a Tsunami foi o Seiko Seikomatic SilverWave J12082 que esteve em produção de 1961 a 1964. A impermeabilidade a apenas 50 metros sob água ocasionou uma discussão que perdura até hoje e questiona se o SilverWave seria realmente um relógio de mergulho. Os que discordam desse entendimento acreditam que o 62MAS (lançado em 1965) seria o primeiro relógio de mergulho da Seiko com sua resistência a até 150 metros sob a água.

O que acaba definitivamente com essa polêmica é entendermos que existe uma clara separação entre um mergulho recreativo e o mergulho profissional. O 62MAS foi o primeiro relógio de mergulho profissional da Seiko, já o Seikomatic SilverWave foi sim o primeiro relógio de mergulho da marca, porém destinado a uma prática recreativa, que não envolvesse grandes profundidades. A discussão acima ocorre por falta de conhecimento técnico, inclusive um curso de mergulho básico credencia o praticante a descer no máximo 18 metros.

The great wave of Kanagawa, xilogravura de Katsushika Hokusai (1760 a 1849).

Um dos grandes mitos associados à Tsunami Seiko é de que a onda viria de uma das belas xilogravuras produzidas pelo artista japonês Katsushika Hokusai denominada “A grande onda de Kanagawa”. A obra foi publicada em algum momento entre 1830 e 1833 como a primeira impressão de uma série denominada “Trinta e seis vistas do Monte Fuji”. É a mais famosa produção de Hokusai e uma das obras mais reconhecidas da arte japonesa. Nela vemos um mar revolto com uma enorme onda ameaçando barcos e corajosos homens (provavelmente pescadores) ao largo da costa da prefeitura de Kanagawa, com o Monte Fuji ao fundo.

A beleza realmente impressiona e tendo a história da Seiko iniciado em 1881 é compreensível a associação, contudo a Tsunami Seiko nada tem a ver com a bela obra de Hokusai, exceto pelo fato de ambas retratarem uma onda. Outros artistas japoneses do mesmo período também produziram lindas ondas (afinal, o Japão é um arquipélago e a vida desse povo está intimamente ligada ao mar), algumas ainda mais parecidas com a marca da Seiko, entretanto, igualmente não têm qualquer conexão direta com o objeto de nosso artigo. Essa é mais uma fábula que persiste ao decorrer das décadas e que não acabará tão cedo.

eiko Prospex Marinemaster Professional 1000M SBBN04. Foto: rakuten.co.jp

Outro fato curioso é a afirmação de que quanto maior for a profundidade suportada pelo relógio, mais detalhada será a gravação da Tsunami na tampa traseira da peça. Novamente se trata de uma lenda que já escutei muitas e muitas pessoas repetirem. O que ocorre aqui é que a Seiko grava as ondas de maneira muito distinta em seus relógios e se quem estiver pesquisando o assunto limitar a averiguação a poucas peças certamente acabará com uma impressão errônea.

Temos, a título de exemplo, o Seiko Marinemaster Professional 1000m acima com a Tsunami bastante superficial (apesar desse fundo de cerâmica ser realmente belíssimo!) e temos o Seiko Prospex Samurai abaixo resistente “a apenas” 200 metros com uma Tsunami mais detalhada. Esse é outro grande mito que permeia o tema e insiste em não ceder.

Seiko Prospex Samurai SRPB53J1. Foto: seikophd.com

Então, de onde vem a Tsunami Seiko? A onda foi desenvolvida pelos designers da Seiko entre o final dos anos 50 e início dos anos 60 com o objetivo de demonstrar que os relógios que a possuíssem seriam adequados à prática do mergulho – recreativo ou profissional, apesar de ultimamente ser utilizada quase que exclusivamente nos relógios profissionais – e nada mais, nenhuma influência direta foi alegada pela Seiko, embora seja possível notar semelhanças com diversas obras de arte japonesas.

O que passar disso, de maneira geral, é mito que vem apenas para rechear nossas conversas e possibilitar pedir mais uma bebida enquanto discutimos o assunto com os amigos. E você tem ou teve algum relógio com a Tsunami Seiko? O estado dessa simples onda é decisivo para mim na hora de adquirir alguns relógios. Não deixe de assinar nossas notificações por e-mail, de se inscrever em nosso canal no YouTube, curtir nosso Facebook e de nos seguir no Instagram. Forte abraço!

Seiko Prospex Kinetic Diver’s SUN065. Foto: sortitapps.com

 

 

8 comentários em “A origem da Tsunami Seiko!

Adicione o seu

  1. Boa tarde, Ramon, tudo bem? Bom, modelos Seiko com a Tsunami por enquanto tenho apenas 02 Turtle e 01 Samurai, mas batalharei para a coleção aumentar até o fim do ano. Excelente matéria e grande abraço!

      1. Opa, esqueci de mencionar tambem 01 SKX009 e 01 Baby Tuna. rsrsrs. Abs.

      2. Sabia que estava “escondendo o ouro”! Se olhar no bolso do blazer vai encontrar mais rsss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑